Matías foi a estrela de um Sporting já qualificado (crónica)

Na vitória por 2-0 sobre o Vaslui, o chileno assistiu, marcou, deu espetáculo e foi o melhor em camp

O Sporting derrotou esta noite o Vaslui por 2-0, na terceira jornada da Liga Europa, e já está apurado para a próxima fase da prova.

A única nota de destaque no onze inicial de Domingos Paciência foi a presença de Pereirinha no lugar de Carrilo, provavelmente para poupar o peruano, que teve alguns problemas físicos nos últimos dias.

O jogo começou um pouco atrasado em relação à hora prevista, mas Matías não se atrasou na hora de criar perigo. Logo aos 27 segundos esteve perto de marcar num remate forte, que contou com um desvio de cabeça de um defesa contrário. Era o primeiro sinal do chileno.

Numa primeira meia hora pouco interessante, os romenos apresentaram-se em Alvalade muito fechados e o Sporting não conseguia abrir o jogo e assim não criava perigo.

Uma das raras excepções surgiu à meia hora: Capel e Evaldo protagonizaram uma boa combinação do lado esquerdo, o lateral cruzou para Van Wolfswinkel, mas o holandês rematou ligeiramente por cima. De resto, os livres bem cobrados por de Matías, do lado esquerdo, e por Schaars, do lado direito, não chegavam.

Ficha do jogo:

A história do jogo começou a mudar aos 36 minutos. João Pereira agarrou Wesley dentro da grande área, o árbitro nada assinalou e o capitão do Vaslui foi atrás do internacional português... para lhe dar uma cabeçada. Um dos árbitros de baliza viu e o resultado foi um cartão vermelho para Wesley, que jogou várias temporadas em Portugal.

A dois minutos do intervalo, Matías brilhou em Alvalade. Deixou vários adversários fora da jogada, já dentro da área, viu Evaldo isolado no segundo poste e com a baliza aberta o brasileiro inaugurou o marcador.

Campo muito inclinado

Se antes do intervalo a toada de jogo já era o Sporting a atacar e o Vaslui a defender, na segunda parte, e com onze contra dez, o campo inclinou-se ainda mais.

Já depois de alguns sinais de perigo, Matías marcou, após a assistência no primeiro golo. Foi ao minuto 70: mais uma jogada de elevado nível técnico, novamente do lado direito, desta vez protagonizada por Capel e Carrilo. O médio chileno apareceu sozinho e não desperdiçou, num remate de trivela.

Os três homens que entraram durante a segunda parte - Carrilo, Bojinov e André Martins - ajudaram a agitar mais o ataque leonino, com destaque para o peruano. Destacou-se também Schaars já perto do final, quando enviou uma "bomba" ao poste.

Vitória tranquila para a turma de Alvalade, numa noite em que alguns adeptos até se devem ter esquecido que Rui Patrício estava em campo. O Vaslui terminou a partida sem ter efetuado qualquer remate. Matías Fernández assistiu, marcou, deu espetáculo e foi o melhor em campo.

Com o empate a uma bola entre Zurique e Lazio, o Sporting ainda está a meio da caminhada na fase de grupos da Liga Europa, mas já está apurado. Algo raro, mas com uma explicação simples: o Sporting venceu os três jogos que realizou; todas as outras partidas terminaram empatadas, o que atrasou os adversários da formação portuguesa.

Notícias: Liga Europa