Melhores negócios e tiros ao lado

Em 2009, dizia-se aqui no Relvado que o Benfica devia contratar Marcus Berg e não Falcao. Não perceb

Estava a ver alguns "tesourinhos deprimentes" do Relvado e deparei-me com um artigo de 2009, em que um utilizador se questionava sobre qual a melhor escolha de avançado para o Benfica, se Falcao se Marcus Berg (http://relvado.sapo.pt/benfica/falcao-ou-berg).

Olhando para o que os relvinhas de todos os quadrantes futebolísticos responderam, a manifestar a sua preferência por Marcus Berg, não pude deixar de esboçar um sorriso e lembrar-me que somos todos treinadores de bancada, sem os conhecimentos dos olheiros e estruturas profissionais de futebol.

Falcao, como se sabe, exibe um rendimento desportivo altíssimo desde que chegou ao FC Porto e depois se mudou para Espanha, e o seu nome já é apontado por muitos jogadores e treinadores europeus como o melhor número 9 do Mundo.

Marcus Berg, jovem internacional sub-21 em 2009, tem vindo a decair no rendimento a cada época que passa, e anda a arrastar-se pelos relvados com a camisola do Hamburgo.

De que outros negócios de jogadores que vieram a ser grandes estrelas e não foram concretizados por clubes portugueses é que se lembram?