Domingos Paciência acusa Pedro Caixinha de insultar João Pereira

Treinadores de Sporting e Nacional desentenderam-se no fim do jogo das meias-finais da Taça de Portu

O Sporting-Nacional (2-2), das meias-finais da Taça de Portugal, terminou com confusão no meio do relvado e até os treinadores das duas equipas se envolveram. Domingos Paciência e Pedro Caixinha tiveram mesmo que ser separados e o técnico dos leões acusa o homólogo dos insulares de ter insultado João Pereira.

"Não admito que nenhum treinador fale como ele falou para o João Pereira", salienta Domingos, notando que a esta hora "ainda há muita criança acordada" e que por isso não vai revelar o que Caixinha disse ao defesa do Sporting.


Antes já Caixinha tinha dito que não admite que lhe "faltem ao respeito". "Se não há respeito, eu gosto de andar aqui de cara limpa", apontou o técnico do Nacional.

Na resposta, Domingos desafia o colega de profissão a dizer "publicamente o que disse ao João Pereira e então eu digo se lhe faltei ou não ao respeito", constata. "Aquilo que ele disse ao João Pereira tem que ter a defesa do seu treinador", continua o comandante dos leões.


Domingos frisa ainda que "o Caixinha está a ter demasiado espaço" e nas farpas ao rival frisa que "ganhou um jogo à Naval em maio e ganhou agora ao Gil Vicente". "Eu procuro trabalhar e ter resultados", prossegue, concluindo que "quando a equipa não joga" dá "a cara por ela".

 

Notícias: Nacional