André Villas-Boas reconhece que não houve penalti contra o Guimarães

O treinador do FC Porto, André Villas-Boas reconheceu hoje, numa declaração publicada no sítio do clube, que não existiu qualquer grande penalidade favorável aos “dragões” em Guimarães, na sétima jornada da Liga de futebol.

“Na sequência de uma série de imagens proporcionadas hoje pela TVI sobre o lance na grande área do Guimarães, e que originou a minha expulsão, confirma-se que não há realmente caso para grande penalidade”, diz o técnico portista.

Após o encontro, em que o FC Porto perdeu os primeiros pontos no campeonato (1-1), André Villas-Boas criticou o árbitro Carlos Xistra por não ter assinalado um “penalti claro”, que “mudou o sentido de jogo”.

“Nessa jogada as críticas são infundadas e injustas”, reforça agora o técnico portista.

Ainda assim, André Villas-Boas tem queixas de outras situações: “No entanto, esta reapreciação não apaga uma sequência de erros, cuja referência mantenho e que devem ser analisados à 10.ª jornada”.

“Estaremos, pois, atentos ao rigor e à ponderação dados pelo presidente da Comissão de Arbitragem às faltas de Ricardo e João Alves sobre Falcao e João Moutinho, respetivamente, e à entrada violenta por trás do João Paulo sobre Falcao”, adianta o treinador do FC Porto.

Além destes lances, Villas-Boas fala ainda de “dois foras-de-jogo mal assinalados, sendo que um dos quais deixava o Falcao isolado frente ao guarda-redes”.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Foto: fcporto.pt

 

Notícias: Porto