Apito Final poderá tirar FC Porto da Liga dos Campeões


Apito Final poderá tirar FC Porto da Liga dos Campeões
A participação do FC Porto na Liga dos Campeões da próxima época poderá estar em risco. Cunha Leal, antigo director-executivo da Liga de Clubes, defende que o "Apito Final" pode afastar o campeão nacional da prova. Isto porque o Regulamento da Liga dos Campeões preconiza que os clubes envolvidos em casos de «"arranjo" ou influência» de resultados não podem participar na competição.



A notícia faz a capa do jornal A Bola desta quarta-feira e tem por base a alínea d do ponto 1.04 do Regulamento da Liga dos Campeões da UEFA. Para Cunha Leal, ao abrigo desta norma, o FC Porto não poderá participar na prova.

Os dragões foram condenados à perda de seis pontos no âmbito do "Apito Final" por tentativa de corrupção. A SAD já anunciou que não vai recorrer do castigo, concretizando-se a punição a partir do momento em que transitar em julgado. Perante este cenário, o antigo director-executivo da Liga chama a atenção para a norma citada que se reporta aos «critérios de admissão» dos clubes na Liga dos Campeões e que designa que para ser elegível para a competição o emblema em causa «não pode estar nem ter estado envolvido em nenhuma actividade relacionada com o "arranjo" ou a influência do resultado de um jogo a nível nacional ou internacional».


A regra foi criada em Janeiro de 2007, no seguimento do "Calciocaos", caso de corrupção que abalou o futebol italiano e que motivou a despromoção da Juventus e a retirada de pontos ao AC Milan. Os milaneses ficaram numa primeira instância impedidos de participar na Liga dos Campeões por causa do elevado número de pontos perdidos, mas recorreram da decisão e acabaram por jogar a terceira pré-eliminatória da prova, sagrando-se campeões europeus.

A 2 de Junho próximo a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) divulga a lista de clubes licenciados para as competições europeias. Antes disso, o jornal A Bola revela que os emblemas «directamente interessados» no eventual afastamento do FC Porto da Liga dos Campeões estão a equacionar «procurar clarificação» sobre o assunto junto da FPF. A estrutura federativa poderá então pedir um parecer à UEFA.

Se os portistas forem afastados da Liga Milionária, o Vitória de Guimarães entrará directamente na prova, enquanto o Benfica jogará a pré-eliminatória de acesso. O Sporting de Braga poderia ir à Taça UEFA e o seu actual lugar na Taça Intertoto seria preenchido pelo Belenenses.


O "Apito Final" foi o tema central da reunião que a Comissão Disciplinar (CD) da Liga manteve na terça-feira e, após o encontro, ficou decidido solicitar uma audiência ao Procurador-geral da República para falar da necessidade de coordenar legislações entre as justiças civil e desportiva.

A CD confirma também que vai apresentar uma proposta de revisão do Regulamento Disciplinar (RD) da Liga na próxima Assembleia-Geral de clubes. A ideia é propôr sanções para o tráfico de influências e a alteração dos «requisitos de punibilidade dos ilícitos disciplinares de corrupção». Até 6 de Junho a CD pretende analisar «estudos e pareceres» dos clubes sobre esta questão.


Notícias: Porto