Atraso no FC Porto-Marítimo: FPF abriu inquérito e remeteu-o para a Liga

Relatório do árbitro e dos delegados motivou abertura de processo.

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) abriu um processo disciplinar a propósito do atraso com que se iniciou o FC Porto-Marítimo de sábado, e remeteu-o para a Liga de clubes.

De acordo com a agência Lusa, o CD abriu o processo tendo como base o relatório do árbitro e dos delegados ao jogo, mas decidiu enviar o caso para a Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga.

É a Comissão de Instrução e Inquéritos que terá agora de apurar a responsabilidade dos factos. Depois de ouvir ambas as partes, deverá sugerir uma punição ou o arquivamento.

Notícias: Porto