Carolina Salgado é desmentida pela irmã gémea


Carolina Salgado é desmentida pela irmã gémea
A irmã gémea de Carolina Salgado desmente a antiga companheira de Pinto da Costa e acusa-a de ter
orquestrado a agressão ao ex-vereador da Câmara Municipal de Gondomar, Ricardo Bexiga. Em
entrevista à SIC, que será transmitida na íntegra no Jornal da Noite desta sexta-feira, Ana Maria Salgado diz também que
tem nas mãos o original do livro lançado pela irmã e considera que «existem algumas diferenças» entre esse
manuscrito e aquele que saiu para as bancas e constitui um êxito de vendas.



Ana Maria Salgado foi ouvida há menos de um mês no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) do Porto no âmbito
dos inquéritos em torno do processo "Apito Dourado". E a irmã gémea de Carolina terá contrariado a versão apresentada por esta
à equipa de Maria José Morgado, a magistrada que coordena as investigações em torno do caso.

Sublinhando que só leu «partes» do livro da irmã e que quando a publicação foi lançada nem saiu «à rua de vergonha»,
Ana Maria Salgado diz que Carolina só lançou a obra «para o senhor Jorge Nuno cair no ridículo», designadamente no que respeita
às insinuações passíveis de inclusão no "Apito Dourado".

Nas declarações à SIC, Ana Maria Salgado diz também que Pinto da Costa nada teve a ver com a agressão a Ricardo Bexiga, ex-vereador
socialista na autarquia de Gondomar, e que a mesma foi planeada «sem o senhor Jorge Nuno saber e com a ajuda do Fernando Madureira»,
o líder da claque Super Dragões.


Foto: Lusa


Notícias: Porto