O "caso" Imbula

Marselha reclama falta de pagamento, o FC Porto já reagiu

A carta do Marselha ao FC Porto

O Marselha enviou ao FC Porto uma carta a reclamar o pagamento das duas primeiras prestações incluídas no acordo de transferência de Imbula, concluído a 30 de junho, segundo um documento revelado esta quinta-feira pelo "Football Leaks".

O clube francês relembrou o FC Porto que ficou estabelecido o pagamento dos 20 milhões em quatro parcelas de valor igual (5 milhões de euros), a concretizar nas seguintes datas: 30 de julho de 2015, 15 de setembro de 2015, 15 de julho de 2016 e 15 de setembro de 2016. Reclamou o Marselha que estavam por liquidar o montante referente às duas primeiras prestações (4.825.000 mais 4.825.000). A diferença de 4.825.000 para 5 milhões é referente ao imposto. O clube francês quer manter uma boa relação com o FC Porto: "Queremos manter com o FC Porto uma relação fantástica, para que ambos os clubes possam continuar a colaborar entre si em vários negócios no futuro”, escreveu a direção do Marselha, a 24 de setembro, citada pelo site dos dragões.

O Marselha advertiu ainda o FC Porto que, caso o pagamento não fosse efetuado, iria recorrer aos tribunais.

A resposta dos "azuis e brancos"

O Futebol Clube do Porto não nega a existência do documento, mas o clube portista refere que “a história não está completa” e revela a existência de uma carta posterior do Marselha a revogar as cartas anteriores. Os azuis e brancos acrescentam ainda que “nenhuma das novas prestações exaradas nesta carta relativa à contratação do jogador Imbula se encontra vencida”.

Notícias: Porto