Crónica: Meus amigos, expliquem-me ainda melhor explicadinho!

O Porto acaba de vender Lisandro ao Lyon por 24 milhões de euros; vendeu Lucho ao Marselha por 18 milhões; ainda vai receber 3,5 milhões de Paulo Machado e mais 3 milhões do Atl.Madrid por Paulo Assunção.O FCP vende para equilibrar contas, diz-se. Em 2004, de modo a equilibrar as contas, vendeu Paulo Ferreira (20 milhões), Deco (12 milhões mais Quaresma), Ricardo Carvalho (30 milhões) e recebeu 6 milhões por José Mourinho, entre outros encaixes. Desde essa época, mais jogadores foram vendidos para o equilíbrio financeiro: Anderson (30 milhões), Pepe (30 milhões), Quaresma (18 milhões mais Pelé), bem como jogadores como Maniche, Nuno Valente, McCarthy, Derlei, Postiga, Carlos Alberto, Diego, entre muitos outros. Estamos falando de lucros substancialmente superiores a 100 milhões de euros num espaço de 5 anos (e isto só em vendas).O clube vai todos os anos à Liga dos Campeões, consegue sempre chegar, no mínimo, aos oitavos, e encaixa anualmente um mínimo de 30 milhões em vendas, tudo em benefício, diz-se, de uma "estratégia de equilíbrio de contas". Gostaria que me explicassem, meus amigos, que estranho equilíbrio de contas é este, levado a cabo por um clube que é uma máquina de fazer dinheiro e que, aparentemente, é também uma máquina de evaporar tinheiro, tais são as dificuldades financeiras que o obrigam a manter a necessidade de tamanhos encaixes.Fragoso

Notícias: Porto