FC Porto deixa-se empatar e pode perder liderança

Moreirense empata 2-2 mesmo ao cair do pano e ganha um ponto.

  O FC Porto escorregou esta noite em Moreira de Cónegos, e cede empate aos 88 minutos de jogo. Depois da importante vitória sobre o Benfica na semana anterior, os dragões perdem dois pontos proibidos, principalmente porque esteve a vencer por duas vezes no jogo.

 

  O jogo foi arbitrado por Vasco Santos, da Associação de futebol do Porto, e este fez um trabalho sem complicações.

No Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, as equipas alinharam com os seguintes onzes:

Moreirense - Stefanovic, Sagna, André Micael, Marcelo Oliveira, Evaldo, João Palhinha, Battaglia, Vítor Gomes, Ernest, Ramón Cardozo e Iuri Medeiros.

FC Porto - Casillas; Maxi, Maicon, Marcano e Layún; Danilo, Herrera e André André; Corona, Brahimi e Osvaldo.

O jogo começou praticamente com um susto para as redes azuis-e-brancas. Ao 1º minutos, Marcano falha a abordagem à bola, e permite Iuri Medeiros rematar com perigo. Salvou Casillas que fez bem a mancha.

Foram precisos quase 15 minutos para os dragões assumirem o controlo da bola, mesmo depois destes terem ainda reclamado mão na bola na área dos minhotos. O árbitro deixou seguir bem, pois a bola bate apenas costas de Battaglia.

À passagem do minuto 18, Maicon fatura de livre direto, com um remate que contorna a barreira de três homens e entra rasteiro junto ao poste. Até final da primeira parte, o FC Porto carregou sobre o adversário, mas sem sucesso. Um revés no entanto para Lopetegui: já no período de descontos, Brahimi tem de ser substituido por Varela, devido a lesão.  

 

 Na segunda parte, o Moreirense de Miguel Leal entra novamente bem, e desta com resultados. Iuri a surgir com campo aberto em zona central e a bater Casillas. A equipa dos arredores de Guimarães, chega ao empate.

Aos 52 minutos, Boateng entra em campo para substituir Ramon Cardozo no Moreirense. Pouco depois, aos 59' é a vez do Porto mexer. Lopetegui faz entrar Tello, tirando Herrera.

62' A equipa da casa substitui Iuri Medeiros por André Fontes.

65' Vítor Gomes vê cartão amarelo por travar o contra-ataque portista.

O FC Porto começa novamente a carregar sobre a área do Moreirense, e ameaça regressar à vantagem. O treinador dos dragões opta por arriscar mais ainda, e faz entrar Aboubakar para o lugar de Marcano. Isto aos 77 minutos.

O golo não tardou muito. aos 79 minutos, Corona consegue sair de entre vários adversários, e remata certeiro para o 2-1. A vitória parecia certa para um FC Porto dominador.

A perder novamente, o Moreirense tentar jogar mais à frente, e o jogo fica mais repartido, com ataques de parte a parte. Aos 82 minutos os dragões quase marcam, por Osvaldo, e depois é casillas que tem de intervir com uma grande defesa para evitar do golo dos cónegos.

É a vez de mexer Miguel Leal. À passagem do minuto 85, Luis Carlos substitui Ernest Ohemeng. Três minutos depois (88'), André Fontes iguala o marcador. Grande centro de Sagna e cabeceamento certeiro do colega.

Os três minutos de desconto dados pelo árbitro não chegaram para os dragões voltarem para a frente do marcador, e ficam dois pontos pelo caminho, que podem custar a liderança caso o Sporting vença amanhã. O domínio territorial dos dragões foi avassalador com 75% de posse de bola.

Amarelos Moreirense:  Vítor Gomes aos 65 minutos

Amarelos FC Porto: Nada a registar

 

 

Notícias: Porto