FC Porto elabora o segundo 3-0 do dia

Portistas não tiveram muitas dificuldades para derrotar o Vitória de Guimarães.

O FC Porto conseguiu a terceira vitória em quatro jornadas da I Liga. Triunfo tranquilo contra o Vitória de Guimarães por 3-0, "imitando" o que o Sporting tinha conseguido duas horas antes diante do também minhoto Moreirense. Óliver Torres já marcou.

O jogo no Estádio do Dragão começou por ser repartido, embora com ascendente inicial dos portistas mas boa resposta dos visitantes. A partir da meia hora o FC Porto surgiu com mais perigo no ataque. Os avançados Depoitre e André Silva deixaram os primeiros sinais, antes de Marcano fazer o 1-0, num ressalto. Em cima do intervalo Layún acertou na barra.

Na primeira jogada do segundo tempo, Óliver Torres, que voltou ao Dragão, apontou o 2-0 ao desviar um remate de Otávio. Aos 55' um golo de João Aurélio na própria baliza acabou com as esperanças do Vitória. Seguiram-se minutos agitados, com tentativas de Depoitre de um lado e Raphinha do outro; isto antes de Casillas andar meio perdido na sua área. Duas vezes. Mas sem consequências práticas.

Diogo Jota estreou-se com a camisola azul e branca a meio da segunda parte, numa fase em que a sua equipa já estava mais lenta e provavelmente a poupar-se para a estreia na Liga dos Campeões, na quarta-feira. Layún ainda agitou no final, quase surgiu o 4-0. Não foi preciso, vitória justa.

Notícias: Porto