FC Porto lucrou mais do que o Sporting

Dragões ganharam 6,5 milhões de euros no primeiro semestre da temporada, contra 2,5 dos leões

A SAD do FC Porto comunicou esta terça-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que obteve um lucro líquido de 6,5 milhões de euros no primeiro semestre da temporada 2010/11. De acordo com os azuis e brancos, os resultados "são francamente positivos, ainda que inferiores aos 19,6 milhões do período homólogo do ano anterior". A ausência da Liga dos Campeões é a principal explicação para o facto. Também por isso, os resultados operacionais, excluindo resultados com passes de jogadores (compras e vendas) diminuíram 9,1 milhões de euros.

No que se refere aos lucros com os passes de jogadores, os resultados são muito semelhantes: 30,8 milhões esta época, contra 31,8 milhões da temporada passada. Recorde-se que no defeso o FC Porto transferiu Bruno Alves para o Zenit e Raul Meireles para o Liverpool. As receitas de bilheteira foram de 6,3 milhões aumentando 0,4 milhões face à temporada passada.

Quanto à publicidade, cresceu de 7 para 8 milhões nestes primeiros seis meses. Por outro lado, o activo da SAD cresceu 9,7 milhões de euros, para um total de 190,3, enquanto o passivo cresceu 900 mil euros, para um total de 161 milhões de euros. O FC Porto frisa que estes resultados estão dentro dos valores previstos. E caso se mantenham positivos, garantirão o quinto ano de lucros consecutivos à SAD.

 

Sporting SAD também lucrou

A Sporting Clube de Portugal, Futebol SAD teve um lucro de 2,5 milhões de euros, contra um prejuízo de quase 7 milhões no exercício anterior. Em comunicado enviado à CMVM, explica-se que o resultado líquido foi positivo “graças aos proveitos com as transações dos passes dos jogadores  João Moutinho, Miguel Veloso e Tonel”. Registou-se uma melhoria dos resultados consolidados em cerca de 9,5 milhões de euros.

O comunicado explica que o semestre foi marcado pelo início das "operações financeiras e societárias a implementar no quadro da reestruturação financeira aprovada" e também “pelos resultados desportivos francamente inferiores aos que seriam esperados".

Por outro lado, a SAD leonina destaca que “a situação patrimonial em 31 de Dezembro de 2010 ainda não reflete os impactos positivos resultantes da reestruturação financeira". O Sporting deu ainda conta da “contratação de José Couceiro para diretor geral do futebol, a 1 de Janeiro” e também das saídas de José Eduardo Bettencourt e de Paulo Sérgio.

Notícias: Porto