FC Porto: Vítor Pereira espera "dia de inspiração" frente ao Barcelona

Treinador dos dragões promete um "Porto igual a si próprio" perante "a melhor equipa que já [viu] jo

O treinador do FC Porto, Vítor Pereira, não poupa elogios ao Barcelona, mas na antevisão da final da Supertaça Europeia assegura que a sua equipa não está no Mónaco "para ver o jogo". "Viemos cá para jogar e para dar uma resposta à altura", garante, prometendo um "Porto igual a si próprio", a jogar para "ter a bola" e "a iniciativa de jogo".

Vítor Pereira salienta que "não há razões nenhumas para mudar" a tctica da equipa, acreditando que o FC Porto tem "argumentos para colocar problemas a este Barcelona" e vaticinando que os dragões vão conseguir "claramente numa vitória". Assim seja um "dia de inspiração", aponta, reforçando que será ingrediente essencial para ganhar, além de uma "organização coletiva ao melhor nível".

O comandante dos portistas atesta que se defrontarão "duas equipas experientes com grande qualidade individual, grande qualidade coletiva" e diz que por isso "o resultado está em aberto". Vítor Pereira prevê "um grande espetáculo" com "futebol positivo" e repara que os "níveis de concentração e a inspiração individual podem desequilibrar o jogo".


O treinador não tem pudor em "reconhecer [que o Barcelona é] provavelmente a melhor equipa que já [viu] jogar na vida", elogiando Pepe Guardiola como "um grande treinador". Mas alerta que o FC Porto acredita na sua "ideia de jogo", no seu "trabalho". "Acreditamos que estamos preparados para ganhar o jogo", atesta.

Quanto a Lionel Messi, Vítor Pereira repara que não é "apologista de qualquer marcação especial" que "fuja à identidade" do FC Porto. E de resto "Messi não se para com fórmulas especiais", diz. "Para-se com trabalho coletivo, com ajudas constantes, com um antecipar de intenções que permita perceber mais cedo o que vai acontecer", nota.

Vítor Pereira não fala das opções para o onze da final, mormente da utilização de Fernando ou de Sousa no meio-campo. Destacando que "Fernando é um jogador de grande nível" que "está a trabalhar muito bem", aponta que "Souza foi ganhando o seu espaço" e que "há que fazer opções", mas não desvenda quem defrontará os catalães.

 

Notícias: Porto