Lucho e a sobrecarga de jogos

Quando Lucho assinou pelo Porto vinha de duas épocas sem férias; na época passada a lesão contraída no Mundial impediu mais uma vez o jogador de ter férias e esta época, com a convocação para a Copa América, fica novamente sem férias!Os jogadores querem sempre jogar, mas esquecem-se que o descanso é necessário em qualquer actividade física, quanto mais em atletas profissionais.Não existindo regras sobre este assunto, os clubes, os principais prejudicados pelo sobrecarregar das competições, deveriam lutar mais pelo preservar da condição física dos seus jogadores. Deveriam apoiar um estudo para encontrar um valor genérico de máximo de jogos e de tempo obrigatório de descanso.Restrições ao nº de jogos por época seriam benéficas para toda a gente - para os clubes que teriam os seus principais jogadores em melhores condições, para os jogadores que certamente prolongariam as suas carreiras e evitariam muitas lesões e existiriam mais oportunidades e uma maior rotatividade de jogadores nas Selecções que também seriam beneficiadas pelo aparecimento de novos jogadores.Concordam?almeida.s

Notícias: Porto