Óliver Torres lidera lista de emprestados de Madrid

Castigo da FIFA vai obrigar a alternativas, no Atlético de Madrid.

Se o Tribunal Arbitral do Desporto não anular a decisão da FIFA, o Atlético de Madrid não poderá contratar futebolistas até janeiro de 2018, tal como o Real Madrid. Por isso, há que olhar para os jovens da casa e para possíveis regressos.

Um dos jogadores emprestados pelo Atlético é Óliver Torres, ao FC Porto. O jovem espanhol, revelam as contas do portal Opta, é o que já jogou mais minutos na liga espanhola, se contabilizarmos todos os futebolistas emprestados por Atlético de Madrid e por Real Madrid.

Óliver acumulou até agora 1194 minutos no campeonato, numa tabela em que os quatro primeiros são do Atlético: Óliver Torres, Vietto, Manquillo e Kranevitter.

O primeiro jogador do Real a aparecer é Borja Mayoral, com apenas 283 minutos na liga espanhola. Marcos e Diego Llorente, também do Real, só jogaram poucos mais de 20 minutos e todos os outros ainda não marcaram presença na primeira divisão, incluindo Diogo Jota, também cedido ao FC Porto.

Ou seja, Óliver é o jogador com mais experiência na primeira divisão espanhola e lidera as alternativas, entre aqueles que podem regressar mais rapidamente.

O problema para o Atlético de Madrid é a duração do acordo com os portistas: Óliver foi emprestado ao FC Porto até 31 de dezembro de 2017, precisamente o dia em que acabará a suspensão, caso se confirme.

Por isso, só pode voltar a Madrid quando o Atlético já tiver novamente autorização para contratar jogadores.

Notícias: Porto