Pinto da Costa: "Benfica pensa que está acima da lei"

Antes da partida para Moscovo, o presidente do FC Porto não perdeu mais uma oportunidade para falar

Pinto da Costa insinuou esta terça-feira que o Benfica pensa que é superior "a todos os outros".

Antes da partida para Moscovo, o presidente do FC Porto não perdeu mais uma oportunidade para falar sobre o Benfica, neste caso em relação às queixas da arbitragem do jogo em Braga.

A actuação de Carlos Xistra tem sido alvo de protestos dos responsáveis da Luz, sobretudo no lance da expulsão de Javi Garcia, mas Pinto da Costa tem opinião contrária: "A expulsão desse e de outros jogadores já devia ter acontecido há muitos jogos. Fazem dos cotovelos e agressões uma forma normal de encarar as jogadas. Quando há um árbitro que cumpre as leis, fazem este alarido".

E foi mais longe nas críticas, ao fazer uma comparação: "Faz-me lembrar um indivíduo que tem o privilégio de estacionar em sítios proibidos e, um dia, há um senhor agente que o multa e esse indivíduo fica indignado porque acha que está acima de todos os outros".

O presidente portista acrescentou ainda que o receio dos árbitros portugueses vai crescer no que toca aos jogos que envolvem os campeões nacionais: "As reacções são perfeitamente extemporâneas, mas sucedem sempre da mesma forma, para tentar condicionar as arbitragens. Há-de haver um dia que todos os árbitros vão pedir dispensa quando o Benfica jogar fora".

"Todo este alarido é uma maneira de justificar os onze pontos de diferença", concluiu Pinto da Costa, que viaja com a comitiva do FC Porto, que vai jogar contra o CSKA Moscovo, esta quinta-feira.

Notícias: Porto