Pinto da Costa: "Já não tenho paciência para aturar imbecis"

O comentário do presidente do FC Porto sobre a "novela" Bruma. Benfica TV foi analisada.

O FC Porto acabara de vencer em Paços de Ferreira e, enquanto se festejava a conquista do terceiro campeonato nacional consecutivo, Pinto da Costa já pensava noutro objetivo: "Comecei a acreditar no tetra quando acabou o jogo de Paços de Ferreira, na última jornada. Passei a trabalhar logo nesse sentido".

Em entrevista ao jornal 'O Jogo', o presidente do FC Porto confessou estar "muito satisfeito" com o que tem visto na pré-temporada até agora, elogiando Paulo Fonseca: "Já estava convencido quando fiz a aposta. Não foi por não ter outras alternativas, porque tive muitas e de nomes que não vou revelar, mas que, se o fizesse, ficariam surpreendidos. Foi esta a minha aposta e quando a fiz foi em consciência, depois de ter analisado profundamente o desafio. Está tudo a correr como esperava".

Sobre o mercado de transferências, Juan Quintero (que já treina com o plantel) foi o último reforço, "em princípio". No entanto, o dirigente tem noção de que "as portas nunca estão fechadas".

Bruma e o "romance Helton" - Questionado sobre a "novela" Bruma, Pinto da Costa falou pouco mas não poupou nas críticas: "Isso tem sido criado e fomentado por imbecis e já não tenho paciência para aturar imbecis. Perco tempo com tudo o que valha a pena, mas não tenho é tempo para tratar de imbecis".

Entre as possíveis saídas, o presidente do FC Porto afirmou que o caso "mais engraçado" tem sido "o romance" sobre a saída de Helton para o Vasco da Gama. E explicou porquê: "Primeiro, porque o Helton é um jogador inegociável para o FC Porto, nem é uma questão de preço, mas do valor como jogador e pessoa e por aquilo que ele significa para o FC Porto. Enquanto o Helton quiser estará sempre ligado ao clube". 

"Depois, o Vasco da Gama nunca, em condição alguma, contactou alguém do FC Porto. Portanto, deve ter contactado apenas os jornais. Talvez o Ricardo Gomes (diretor desportivo do Vasco) seja também assessor de imprensa do clube. Um clube que, ao que me dizem no Brasil, passa por grandes dificuldades e não sei se não teria de vender o plantel todo para pagar a transferência, não do Helton, que é inegociável, mas de qualquer outro jogador do FC Porto. Tanto o senhor Roberto Dinamite, que é o presidente, como Ricardo Gomes, não devem ter mais que fazer se não alimentar esse romance", analisou.

Benfica TV - Pinto da Costa comentou ainda as novidades que a Benfica TV vai trazer na próxima época em relação a transmissões televisivas, abordando a possibilidade de, além de transmitir os jogos caseiros do Benfica, o canal também ter os direitos de encontros de outros clubes portugueses.

"Acho interessante que um clube esteja a fazer negócios com outros clubes para transmitir jogos desses clubes. Será interessante ver o relacionamento e o conflito de interesses que daí advém. Mas se a Liga e os intelectuais analistas dos jornais ainda não levantaram qualquer problema, é porque, se calhar, está correto que amanhã o canal de um clube transmita até os jogos todos do campeonato. Se calhar está mesmo bem", ironizou o líder portista.

Notícias: Porto