Villas-Boas: "O graúdo é pior que o miúdo"

A conferência de imprensa era de antevisão ao jogo contra o Nacional, mas o treinador do FC Porto nã

André Villas-Boas criticou Jorge Jesus, esta segunda-feira, pelo comportamento do treinador do Benfica no final do jogo contra o Nacional, no passado sábado.

As imagens televisivas mostram desacatos entre o técnico português e Luis Alberto, do Nacional, e agora o treinador do FC Porto lembrou os comentários que foi alvo aquando das suas duas expulsões, sentindo-se injustiçado.

"É um assunto que diz respeito ao Conselho Disciplinar da Liga, mas cada um é responsável pelos seus actos. Mas foi notória uma discrepância de comentários comparativamente ao que aconteceu quando fui expulso em Guimarães e em Alvalade. Disseram que eu era um miúdo que não reagia à pressão, que não me sabia comportar mas, pelos vistos, o graúdo faz figuras piores", criticou Villas-Boas.

Cuidado com a vingança...

Sobre a partida com o Nacional da próxima quarta-feira, um jogo antecipado da 20ª jornada da Liga, o treinador dos "dragões" não quer ouvir falar de vingança por causa da derrota caseira contra os insulares, na Taça da Liga.

"É preciso cuidado com as palavras e quem mostra sinal de vingança, por vezes, comete erros e nós não queremos isso. Temos de estar clarividentes e criteriosos. Se somos alimentados só pela sede de vingança, podemos cair em erros. Nunca colocámos em causa a nossa competência: já levamos cinco vitórias consecutivas, caminhamos para a sexta", afirmou o técnico.

André Villas-Boas traçou ainda o rumo que quer para a equipa, sem pensar em estabelecer recordes: "Para nós, 'x' vitórias consecutivas tem zero valor, porque é para isso que cá estamos. Temos apenas de somar triunfos. Temos de continuar na rota do sucesso. Se o fizermos, chegará ao acerto da jornada e continuaremos com a mesma vantagem para os adversários".

Sem mexidas no plantel

Quanto ao mercado de inverno, Villas-Boas referiu que "muito dificilmente" haverá qualquer entrada ou saída até ao final de Janeiro, acrescentando que os responsáveis pela equipa estão "satisfeitos com os atacantes" que têm ao seu dispor.

Paulo Baptista é o árbitro

Também esta segunda-feira foi divulgado o nome do juiz escolhido para o encontro: Paulo Baptista.

O árbitro de 41 anos, de Portalegre, vai contar com Luís Tavares e José Braga como seus assistentes.

Notícias: Porto