E depois de Deco?

À cabeça surgem vários nomes: Tiago, Ruben Micael, Carlos Martins, João Moutinho, Hugo Viana ou até mesmo Simão Sabrosa.Óbvio que esta questão não pode ser desligada da vertente táctica. Portugal, desde há largos anos a esta parte, tem vindo a apresentar-se preferencialmente em 4-3-3. Todavia, até pela inclusão de Liedson, foi testado o 4-4-2 em losango. Com a saída de Deco, esta equação não pode ser afastada.Mas imaginando apenas uma troca por troca, qual é, para vós, a solução evidente para substituir um dos melhores jogadores de sempre de Portugal e um pilar ainda hoje importantíssimo na forma como a Selecção se organiza em campo?Já agora, e aproveitando o artigo, um grande obrigado a Deco por tudo o que fez pela Selecção. Pela categoria, pela classe, pelo empenho. Em suma, pela Magia!Fil_11