A estratégia de Scolari

ee95104 prossegue realçando que
continua a "achar Scolari pouco digno e grosseiro, especialmente
cada vez que abre a boca, seja para se intitular chefe, número dois da
Federação, ou rebaixar Agostinho. Mas entendo que essas atitudes, como a
arrogância de Mourinho, servem um propósito, e esse para mim é ter controle e
obediência forçada dos jogadores.
Não sou fã destes métodos, mas vejo que o «chefe» vai ter uma Selecção
disciplinada na Copa. Eu vou puxar pela minha Selecção, pelos sub-21 e por
Agostinho, e enviar votos de boa sorte à Selecção dele, ao time do chefe..."