Portugal empata na Sérvia e é segundo do Grupo

Igualdade que satisfazO golo madrugador apontado por Tiago logo aos 4 minutos de jogo num remate de meia-distância terá colocado Portugal demasiado cedo na defesa do empate. As quinas aguentaram a dura pressão da equipa Sérvia nos instantes que se seguiram ao tento luso, mas ainda antes do intervalo viriam a sofrer o golo do empate. Jankovic marcou aos 37 minutos no seguimento de um pontapé de canto. Era nas situações de bola parada que a formação de Javier Clemente criava mais perigo para Portugal.Num jogo intenso, dado o seu carácter decisivo, com um árbitro francês com uma tendência para puxar do cartão amarelo nem sempre nas situações que mais o mereciam, não houve momentos de brilhantismo. Cristiano Ronaldo foi anulado pela dura marcação dos sérvios e Scolari do banco ia-se irritando com o homem do apito pela passividade em algumas entradas mais duras sobre o craque do Manchester United. Com Simão Sabrosa a jogar de início em vez de Ricardo Quaresma na única alteração de Scolari no onze luso relativamente à equipa que havia derrotado a Bélgica em Alvalade, as quinas só conseguiam criar perigo para a baliza sérvia em remates de longa e meia-distância.Nos bancos os treinadores pareciam reconfortados com o 1-1 e as alterações foram revelando isso mesmo. Na equipa lusa Scolari fez a primeira substituição por volta dos 70 minutos de jogo, fazendo entrar Marco Caneira para o lugar de Miguel. Depois foi Raúl Meireles a substituir João Moutinho e Quaresma acabou por entrar em campo para o lugar de Nuno Gomes quando faltavam apenas 10 minutos para o apito final. A acção do jogador do Porto revelou-se nula.Para as contas da partida fica o ponto conquistado no reduto de um adversário directo. Portugal troca assim o terceiro pelo segundo lugar, continuando com os mesmos pontos da Sérvia e igualando a Finlândia que foi ao Azerbaijão perder por 1-0. Quem aproveita o deslize dos rivais na corrida pelo apuramento para o Euro 2008 é a Polónia que venceu em casa a Arménia e que assim consolida a liderança. Os polacos têm mais 5 pontos do que portugueses, finlandeses e sérvios, mas mais um jogo disputado.Foto: Agência LusaSusana Valente