É português desde pequeno, mas hoje joga contra Portugal (vídeo)

Daniel da Mota é avançado do Luxemburgo e logo tentará bater Rui Patrício, embora tenha alma e sangu
Há um jogador luxemburguês para quem o confronto desta sexta-feira, contra Portugal, é especial. O avançado Daniel da Mota é filho de portugueses, mas tem a nacionalidade luxemburguesa e hoje vai tentar marcar um golo às quinas.

"É um jogo muito especial, porque enfrentarei muita emoção. Eu sou português, bem, não sou português, mas toda a minha família é portuguesa e eles apoiam todos esta nação", confessa Daniel da Mota que nasceu em Ettelbrück, assumindo que será "complicado", diz.

O jogador de 27 anos diz que sempre apoiou Portugal, desde pequeno, e até durante o Euro 2012. Mas garante que, em campo, só "apoia" a sua equipa e promete que dará "200 por cento pelo Luxemburgo".

"Se conseguirmos marcar um golo, eles ficarão igualmente contentes, embora um pouco dececionados", diz ainda o jogador do F91 Dudelange sobre os seus familiares.

Daniel da Mota só obteve a nacionalidade luxemburguesa em 2007, o mesmo ano em que se estreou pela Seleção do país, no jogo de qualificação para o Euro 2008, frente à Albânia. A sua chamada à Seleção aconteceu depois de ter sido o melhor marcador do campeonato local, com 24 golos, ao serviço do Etzella, na época 2006/2007.

O avançado já defrontou Portugal, num particular disputado recentemente no Algarve, e diz que teve oportunidade de trocar algumas palavras em português com Pepe, salientando que é "interessante" poder fazê-lo.

Confiante de que o Luxemburgo pode conseguir "um bom resultado", o jogador avisa que para isso é preciso que a equipa seja solidária e "bem agressiva nos duelos". "Se toda a gente acreditar, tudo é possível", constata também, apontando como objetivo mínimo da sua Seleção, num grupo de qualificação "muito difícil", a conquista de "quatro pontos". Isso já seria "um belo e grande esforço", constata.

Veja a seguir o vídeo com as declarações de Daniel da Mota...



Acompanhe os artigos do Relvado no Facebook e no Twitter.