Scolari só pede 4 pontos frente a Azerbaijão e Polónia


Scolari só pede 4 pontos frente a Azerbaijão e Polónia
Luiz Felipe Scolari diz que só pede aos jogadores portugueses que conquistem quatro pontos nos jogos frente a Azerbaijão e Polónia da fase de qualificação para o Euro 2008. «Se somarmos quatro pontos sou um técnico feliz, se somarmos mais fico mais feliz ainda, se somarmos menos ficamos em débito e teremos que correr ainda mais do que imaginamos», constata o seleccionador de Portugal. Quanto ao primeiro embate, o de sábado contra o Azerbaijão, o treinador brasileiro lembra que as quinas empataram em Baku há sete anos a um golo, alertando ainda que a formação azerbaijanesa tem «três jogadores brasileiros»....

Dificuldades frente a equipas defensivas

Scolari não quer ouvir falar de um resultado gordo frente ao Azerbaijão, considerando que o encontro «será muito difícil» e que Portugal tem «sempre problemas face a Selecções muito defensivas». «Só se fala em goleada, mas os jogadores sabem que isso já não existe no futebol», acrescenta o treinador, frisando que apesar de o Azerbaijão não ser uma Selecção conhecida e de não ter «um número expressivo no ranking mundial», tem no grupo de trabalho «três jogadores brasileiros que sempre têm uma qualidade diferenciada», considera.

Rocha deverá ser o titular na defesa

Quanto à equipa a colocar em campo, Scolari recusa a ideia de apostar numa formação demasiado virada para o ataque, salientando que o importante é «ter equilíbrio». O treinador diz que tem «a equipa decidida» e que vai «manter a base» habitual, esperando-se que Simão Sabrosa e Maniche voltem ao onze das quinas. «Encontram-se neste momento em excelentes condições», diz o seleccionador, justificando que «Maniche já tem um ritmo de jogo melhor» e que Simão «recuperou da lesão e vem trabalhando quase normalmente no Benfica». A inclusão dos dois atletas na equipa titular não suscita grandes dúvidas, com Scolari a apontar que «dão mais experiência à Selecção, mais corpo». Dúvidas suscita por outro lado a constituição da dupla de centrais. Se Ricardo Carvalho é certo no onze, falta saber se será Ricardo Rocha ou José António a ocupar o outro lugar. No treino realizado na sexta-feira, o último antes do jogo, foi o defesa do Benfica quem apareceu entre os titulares, sendo de prever que seja Rocha a assumir o lugar que seria de Fernando Meira, caso este estivesse já com o ritmo competitivo ideal para jogar.
O onze de Portugal frente ao Azerbaijão deve ser o seguinte: Ricardo, Miguel, Ricardo Carvalho, Ricardo Rocha, Nuno Valente, Maniche, Costinha, Deco, Cristiano Ronaldo, Simão e Nuno Gomes.
Na antecipação do encontro com os azerbaijaneses, Scolari faz ainda um apelo aos adeptos portugueses para marcarem presença no Estádio do Bessa, «pois é o dia para começarmos o projecto das vitórias em casa», argumenta o treinador.

Foto: Agência Lusa