Seleção: "Danny não pode sair da Rússia"

Palavras do "vice" da Federação que adensam o mistério em torno da dispensa do jogador. Mas afinal,

O vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Amândio de Carvalho, recusa polémicas em torno da dispensa de Danny dos trabalhos da Seleção com vista aos jogos contra Islândia e Dinamarca, da qualificação para o Euro 2012.

"São motivos estritamente pessoais que o impedem de sair da Rússia", aponta o dirigente federativo, notando que a Federação não sabe "mais nada do que isto". "O jogador falou com o selecionador que ponderou todos os prós e contras de o obrigar a vir ou não e, depois de falar com ele, decidiu prescindir dos seus serviços", acrescenta ainda Amândio de Carvalho.

A SIC Notícias avança entretanto que nos próximos dias o extremo do Zenit vai explicar com detalhe o caso, por via de um comunicado.