Será só azar?

Análise às 5 épocas de Jorge Jesus no Benfica.

Muito se tem atribuído ao azar a razão máxima dos sucessivos desaires nas competições a contar (campeonato e Liga dos Campeões) de Jorge Jesus, mas depois de 5 anos, em que na maior parte das vezes em que realmente teve concorrência perdeu, ainda podemos falar de azar?... Convido-vos a analisar cada uma das épocas:

1.ª época - Ganhou o campeonato contra o Sp. Braga. Nem FC Porto, nem Sporting deram qualquer réplica nesse ano. Sem Champions, disputou a Liga Europa, ultrapassando equipas menores como AEK ou Hertha, e mesmo o Marselha... até que acabou goleado contra a primeira equipa comparável com esse Benfica.

2.ª época - Face a uma forte concorrência, não resistiu e ficou a 20 pontos do rival direto. Na Champions, não conseguiu superiorizar-se a equipas que estavam longe de ser inalcançáveis, mas representavam concorrência competente, como eram o Lyon e o Schalke. Na Liga Europa acabou eliminado pelo Sp. Braga.

3.ª época - Com um FC Porto mais fraco, mas ainda assim forte, JJ poderia dar o golpe no seu concorrente mais forte. Estava em vantagem no jogo decisivo, e recua linhas dando fôlego para aquele FC Porto com problemas acreditar... e mais uma vez, o azar apareceu. Num jogo em que a arbitragem errou para os dois lados. Na Champions, a exceção que confirma a regra, foi A GRANDE ÉPOCA EUROPEIA DO BENFICA DE JESUS. Eliminou o Manchester United, eliminou o Zenit, e foi eliminado por uma péssima arbitragem e não pelo Chelsea nos 1/4 de final.

4.ª época - Com um FC Porto forte, num campeonato disputado por duas grandes equipas, que praticamente não falharam, JJ conseguiu a vantagem. Mas na hora do aperto, já no Marítimo, Jorge Jesus penteava o cabelo 20 vezes por segundo... resultado final, mais uma vez, com concorrência a equipa de Jesus claudicou, e no último jogo. Foi uma sucessão de gestos e atitudes nervosas que culminou, lá está, em mais um azar... Na Champions, acaba eliminado por uma equipa banal como o Celtic, num último jogo com o Barcelona com tudo para ganhar, contra alguns jogadores que se estavam a estrear por uma equipa de 1.ª divisão, e mais uma vez, muito azar, e muito pentear de cabelo... na Liga Europa, encontrando equipas que nunca deram uma real concorrência, o Benfica foi até à final, onde encontrou novamente o... AZAR!!

5.ª época - Sem concorrência, como JJ se sente bem, a coisa correu bem... na Champions, mais uma vez, eliminado contra uma equipa muito, mas mesmo muito inferior ao Benfica, como era o Olimpiacos. Caído na tão querida Liga Europa, teve uma meia-final contra uma equipa que realmente representava concorrência... mas na hora da verdade, em mais uma final, lá voltou o... AZAR!!!

Em resumo, o Benfica de Jesus foi eliminado da Champions por duas vezes contra equipas muito menores, foi eliminado uma vez contra adversários ao seu alcance, perdeu duas finais da Liga Europa em que teve as melhores oportunidades, perdeu TODOS os campeonatos realmente disputados... ainda acham que tudo isto é só azar?