Agora a sério, Sporting!

O Sporting volta a Setúbal onde, no passado fim-de-semana, foi eliminado da Taça de Portugal. Em jogo a contar para a Liga Zon Sagres, os leões esperam encontrar um final diferente.

Numa época de altos e baixos, o Sporting tem vivido uma das semanas mais complicadas da era Paulo Sérgio. A derrota no Bonfim deixou os verde-e-brancos de fora de uma competição onde apostavam forte, pressionando ainda mais um balneário que terá rebentado na viagem à Bulgária: o treinador perdeu a paciência com alguns dos jogadores do plantel, que não se têm mostrado capazes de dar resposta às necessidades de uma equipa com os objectivos dos sportinguistas, enquanto os adeptos perderam a esperança que detinham na totalidade do grupo, recebendo a sua equipa, uma vez mais, com sonoros assobios no Aeroporto de Lisboa.

Entre os dirigentes, as coisas não andam melhor. Costinha não encontrou ainda o espaço para colocar em prática as ideias que tem para o futebol da equipa de Alvalade, desgastando-se com polémicas com o antigo presidente Sousa Cintra.

José Eduardo Bettencourt, por seu lado, acentua a crença de ser uma terrível falha de casting entre os sócios leoninos. Em mais uma saída arriscada, durante a entrega dos Prémios Stromp, JEB declarou que “se existissem soluções milagrosas, amanhã já não estaria aqui”. Seguro é que este presidente não tem demonstrado as capacidades necessárias para liderar um barco que vem enfrentando mares agitados.

Neste último jogo de 2010, o Sporting entra em campo com a obrigatoriedade de se reencontrar consigo mesmo e conquistar a vitória, afastando, pelo menos durante as férias de Natal, os fantasmas que pairam sobre Alvalade.

O mais certo será vermos Paulo Sérgio recuperar para o onze os jogadores que lhe dão maiores garantias, casos de Rui Patrício, João Pereira, Daniel Carriço, Polga, Pedro Mendes e Liedson, todos eles de fora das opções no jogo europeu disputado em Sófia. No onze, deveremos ainda encontrar Evaldo, André Santos e Maniche, que passaram incólumes à raiva do treinador de Vila Franca de Xira na passada quinta-feira.

Com Hélder Postiga castigado, sobram dois lugares por preencher na equipa titular. Yannick Djaló poderá ser forte candidato a assegurar o lado direito do ataque. Mesmo sem brilhar no jogo europeu, o avançado português cotou-se muitos furos acima do chileno Valdés, que parece ter voltado a perder-se com as alterações tácticas da equipa. Jogar nas linhas não lhe é, visivelmente, favorável, mas também não se encontra uma solução que o torne confortável numa equipa que aposta no 4x3x3.

Para o lado esquerdo do ataque sportinguista perfilam-se, assim, Vukcevic e Diogo Salomão. O montenegrino descansou no jogo a contar para a Liga Europa e parte em vantagem, visto que o treinador Paulo Sérgio insiste em dosear as aparições do jovem Salomão, que jogando apenas a segunda parte frente ao Levski voltou a mostrar ser solução para os extremos do ataque leonino, dada a sua velocidade e rebeldia no momento de atacar a bola.

Entre os vitorianos, a semana serviu para saborear a continuidade na Taça de Portugal, preparando o confronto da Liga Zon Sagres com confiança. Manuel Fernandes estará privado do francês Collin, que irá cumprir castigo, sendo que a aposta deverá passar por recuar Ney para o lado direito da zona defensiva. Na intermediária a opção passará por José Pedro ou por Zeca. O experiente centro-campista pode assegurar mais maturidade, mas o avançado chegado, este ano, do Casa Pia foi um dos responsáveis pela vitória no jogo de domingo passado.

O treinador dos setubalenses deverá resolver esta questão apenas horas antes do jogo, perante os sinais dados por ambos os jogadores nos momentos que antecederem a partida. Ainda assim a nossa aposta é o jovem Zeca, que poderá mostrar a sua capacidade para rasgar a defensiva adversária.

Será uma noite de segunda-feira cheia de emoção, com duas equipas a lutarem por objectivos concretos. Os leões querem terminar o ano isolados no terceiro lugar (sendo que uma derrota os poderá colocar fora dos lugares europeus!), enquanto o Vitória de Setúbal vai fazer de tudo para repetir o sucesso da Taça e afastar-se dos lugares da descida. A ver vamos o que nos estará reservado, nesta partida que será dirigida pelo lisboeta João Capela.

Equipas Prováveis

Foto: Lusa

Notícias: Sporting