Bruno Carvalho atira-se ao TAS

Lider leonino volta a defender que Doyen intrometeu-se na gestão do clube

Em declarações durante a Assembleia Geral, Bruno de Carvalho voltou a afirmar que a Doyen intrometeu-se na gestão desportiva do Sporting e ainda acusou o Tribunal Arbitral do Desporto de "inventar" no ordenado de Nani, no ambito do caso Rojo, que o clube perdeu para a Doyen.

"Dizem que o presidente mentiu porque o Nani era de borla e afinal pagou 1,8 milhões. No TAS perguntaram ao Sporting se o Nani fazia parte do negócio do Rojo, dissemos que não." adiantou o líder leonino, para quem o TAS inventou o valor do empréstimo de Nani.

"Decidiram calcular, inventaram um valor porque o Sporting não sabe o valor do ordenado e o Manchester United negou-se a dizer, então extrapolaram e decidiram. É surreal", afirmou o presidente sobre o caso Nani, incluído no acordão final do processo da Doyen.

Notícias: Sporting