Doyen: Tribunal obriga Sporting a pagar no imediato

Tribunal Federal Suíço recusou o pedido de congelamento do pagamento devido pelos ‘leões’ à Doyen

O caso Doyen-Rojo volta a ser o tema do dia nos lados de Alvalade.

Depois de uma decisão contrária às suas pretensões por parte do TAS, os ‘leões’ apresentaram recurso para o Tribunal Federal Suíço, pedindo que, enquanto o caso fosse reavaliado, estivessem isentos de pagar no imediato o valor devido. Recorde-se que, apesar de Bruno Carvalho referir ter "almofada" financeira para pagar á Doyen, o que é certo é que a SAD liderada por Bruno de Carvalho alegou ao tribunal que o pagamento desta verba era suscetível de provocar "danos financeiros capazes de colocar em risco toda a actividade do seu futebol", tendo por isso pedido o efeito suspensivo da decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

Porém, os juízes consideraram que esta pretensão não deveria ser atendida, continuando, todavia, ao que tudo indicia, a avaliar o recurso interposto pelo Sporting, pelo que o pagamento ao fundo Doyen deverá avançar a breve trecho

Relembre-se que em causa está a rescisão dos contratos de parceria por Rojo e Labyad, e a transferência do argentino para o Manchester United. Considera o TAS que os ‘leões’ têm de pagar 12 milhões de euros devidos a esse negócio acrescidos de 1 milhão em juros.

Notícias: Sporting