Maribor-Sporting: empate com sabor a derrota

Nani fez o mais difícil, mas erro dos centrais deitam tudo a perder.

Uma gigantesca fífia dos centrais do Sporting, Sarr e Maurício, impediu esta quarta-feira o Sporting de vencer no regresso à Liga dos Campeões. Na Eslovénia, os leões perseguiram o golo, conseguiram-no perto do fim, com uma excelente jogada de Nani, mas entregaram o empate (e meio milhão de euros) ao Maribor já em descontos. Um empate com sabor a uma enorme frustração, até porque no outro jogo também houve igualdade. O Sporting podia nesta altura ser líder do Grupo G.

E só não é líder por culpa própria. Apesar de ter realizado uma exibição pálida, o Sporting fez o suficiente para regressar a Portugal com os três pontos. Mostrou mais qualidade que o Maribor, criou mais situações de perigo, mas faltou-lhe a garra que na época passada permitiu que terminasse a época em segundo lugar. Em muitos momentos, as jogadas perderam-se de forma displicente. Jogadores como William Carvalho ou Slimani estão muito longe do que já mostraram e o eixo da defesa tem notórias dificuldades.

Verdade seja dita que em grande parte do jogo nem Maribor nem Sporting mostraram categoria para estar na fase de grupos da Champions. Ainda assim, repita-se, a equipa de Marco Silva foi melhor e procurou mais o golo. Este apareceu numa jogada individual de Nani, aos 80 minutos. O mais difícil parecia estar feito, e ninguém contava que Sarr e Maurício, com dois erros na mesma jogada, permitissem que Luka Zahovic, filho de Zlatko e nascido em Guimarães, empatasse mesmo no fim.

O protagonista
Equipas

Notícias: Sporting