"Perderam a Supertaça e tresloucaram"

Bruno de Carvalho em entrevista à Sporting TV.

Em mais uma entrevista do presidente do Sporting CP, Bruno de Carvalho usou desta vez as cameras da Sporting TV, para disferir mais ataques ao Benfica e ao seu presidente, Luís Filipe Vieira.

Os assuntos foram diversos, e o líder máximo do clube de Alvalade, deixou muitos comentários cheios de ironia dirigidos ao rival da segunda circular. Relativamente a Luís Filipe Vieira, lembrou os anos em que este foi sócio de Sporting, enquanto mostrava a ficha a comprovar esse facto: "É a ficha de sócio do Sporting do presidente do Benfica. A última quota paga foi em 2000. Portanto, foram muitos anos com muitas dores das costas. Eu ouvi Luís Filipe Vieira dizer que se fez sócio do Sporting porque tinha problemas nas costas e andavas nas piscinas do Sporting. Mas acho que toda a gente sabe, não demos novidade nenhuma, a não ser que o atual presidente do Benfica foi sócio do Sporting durante 11 anos e que teve problemas nas costas. Mas os sócios do Benfica sabem que o seu presidente foi sócio do Sporting e do FC Porto. Enquanto adepto, não iria gostar que o presidente do meu clube fosse sócio de outros clubes."

Quanto à ausência de respostas por parte do seu homólogo da Luz, destacou o seguinte: "Se estivesse no lugar dele o que faria? Um bocado agarrado ao poder como se nota que ele está, também não diria nada."

A questão das ofertas do Benfica aos árbitros nos seus jogos em casa, também foi novamente aflorada: "O que os está a incomodar é isto. E isto é uma bomba relógio. A primeira pessoa a falar de descida de divisão foi o senhor Pedro Guerra. Estamos a falar de um grande clube. As pessoas estão em pânico. É importante o Benfica estar na Primeira Liga. Eu gosto de ganhar em campo e não na secretaria e sei que o Benfica faz falta."

Mais recentemente, surgiu o processo dos encarnados ao agora treinador do Sporting, Jorge Jesus. Também este tema foi motivo de opinião de Bruno de Carvalho: "Perderam a Supertaça e tresloucaram. Diziam que apostavam na formação e depois começaram logo a fazer contas a passes. A verdade é que aquela derrota pesou muito. A vinda do Jorge Jesus pesou muito. Esta história do processo estava preparada. Realmente não há vergonha na cara porque podia ter esperado dois ou três dias. Para se perceber o tão baixo, tão baixo, tão baixo que o Benfica pode ir, só faltava colocar um processo ridículo ao Jorge Jesus antes do dérbi. E aconteceu."

Notícias: Sporting