Rio Ave 1-2 Sporting: banco dá vitória a Jardim

Triunfo difícil dos leões, com os golos a serem marcados por suplentes.

O Sporting conquistou este sábado um suado triunfo em Vila do Conde, por 2-1, num jogo muito difícil frente a um Rio Ave combativo. Valeu aos leões a pontaria de Leonardo Jardim, que acertou em cheio nas substituições que efetuou ao longo da partida: os dois golos partiram do banco.

A equipa da casa, como se esperava, dificultou em muito a tarefa do Sporting, que precisava de ganhar para não perder de vista Benfica e FC Porto. O Rio Ave esteve bem, em especial na primeira parte, altura em que beneficiou das melhores ocasiões de golo.

Leonardo Jardim percebeu que a equipa estava demasiado macia para o terreno de jogo e mexeu no onze. Deixou André Martins nos balneários e lançou Carlos Mané, que se está a tornar um caso sério em Alvalade.

O Rio Ave fez o 1-0 numa altura em que já era o Sporting que estava por cima. Jefferson perdeu a bola em zona proibida, Diego Lopes centrou e Maurício fez um autogolo fortuito.

Os leões reagiram com o plano B habitual: entrou Slimani. E foi o argelino a conseguir o empate, a centro de Jefferson, que se redimiu aos 70 minutos. O Sporting acreditou, pressionou em busca da vitória, e conseguiu os seus intentos com um belo remate de Carlos Mané, a outra “arma secreta” de Jardim.

Com este resultado, o Sporting ultrapassou provisoriamente o FC Porto. É segundo, com 44 pontos, a dois do Benfica. O Rio Ave é décimo, com 22.

Equipas:

Rio Ave - Ederson; Nuno Lopes, Rodriguez, Marcelo e Edimar; Tarantini e Filipe Augusto; Pedro Santos (Renato Santos, 81’), Diego Lopes (Roderick, 87’) e Braga; Hassan (Joeano, 76’).
Suplentes: Ventura, Luis Gustavo, André Vilas Boas, Tiago Pinto, Roderick, Joeano e Renato Santos.

Sporting - Rui Patrício; Cédric, Maurício, Dier e Jefferson; André Martins (Carlos Mané, 46’), William Carvalho e Adrien; Wilson Eduardo (Slimani, 54’), Fredy Montero e Heldon (Carrillo, 78’).
Suplentes: Marcelo Boeck, Vítor, Slimani, Capel, Carrillo, Ruben Semedo e Carlos Mané.

Notícias: Sporting