Sporting e Benfica em Tribunal por causa de Simão


Sporting e Benfica em Tribunal por causa de Simão

O Sporting espera garantir em Tribunal a recepção de mais de dois milhões de euros pela transferência de Simão Sabrosa para o Benfica em 2001. Numa altura em que a notícia é a saída do internacional português para o Atlético de Madrid, o jornal Record revela que a contenda que os leões mantêm com os rivais da Luz no âmbito da aquisição de Simão ao Barcelona, por parte da SAD encarnada, vai ser julgada no Tribunal Cível de Lisboa.



A mesma publicação anuncia que o Supremo Tribunal de Justiça deu razão ao recurso leonino, depois de o Tribunal Cível ter decidido em Primeira Instância que não tinha competência para julgar o caso. O conflito entre leões e águias vai assim a julgamento.

Em causa estão direitos de formação relativos à transferência de Simão Sabrosa para o Benfica em 2001, proveniente do Barcelona. No âmbito do chamado "mecanismo de solidariedade" da FIFA, os clubes que tenham acolhido jogadores entre os 12 e os 23 anos de idade têm direito a ser compensados em todas as transferências que envolvam esses atletas. Deste modo, o Sporting vai receber cerca de 700 mil euros no rescaldo da saída de Simão para Madrid.

O emblema de Alvalade conta também amealhar mais de dois milhões pelo regresso do extremo a Portugal pelas portas da Luz, mas não há entendimento quanto a quem deve suportar esse valor. Simão, ao que adianta o Record, terá «remetido para os encarnados o pagamento dessa verba», mas na Luz não se aceita de bom grado pagar tal montante ao grande rival.



Notícias: Sporting