Sporting perde 4-0 com a seleção de Angola

Equipa B dos leões "reforçada" com sete juniores dá má imagem. Vá lá que o 'cachet' foi de 550 mil e

O Sporting foi copiosamente derrotado por 4-0 em Luanda pela seleção angolana, em jogo inserido nas comemorações do 36º aniversário da independência daquele país. Um resultado que pode parecer surpreendente, mas que se justifica, face ao que se passou em campo.

Convém dizer que não foi verdadeiramente o Sporting que esteve em campo. Primeiro, porque nenhum dos habituais titulares alinharam de início (no onze até estiveram três juniores de primeiro ano) e depois porque muitos dos jogadores que subiram ao relvado não encararam a partida com a mesma seriedade que os adversários. E a diferença de ritmo entre as duas equipas foi brutal...

Em virtude das muitas ausências, por causa dos jogadores presentes nas seleções e das lesões, Domingos Paciência viu-se obrigado a chamar sete juniores aos convocados, três dos quais foram titulares (os centrais Ruben Semedo e Edgar Lé e o médio Filipe Chaby).

Tinham sido 47 mil bilhetes para o jogo, mas algumas pessoas faltaram. Isto porque o ingresso também dava direito à final da Taça de Angola, que se realiza esta sexta-feira e muitas pessoas optaram apenas por essa partida.

A primeira ocasião de golo foi do jovem Chaby (17 anos), que se desmarcou muito bem e rematou perto da baliza de Carlos. Logo a seguir, nova ocasião para os leões, mas o tiro de Rubio saiu fraco e ao lado.

Na primeira vez que chegou com perigo junto da baliza sportinguista, Angola marcou, por Flávio, na sequência de um canto (aos 13 minutos).
Um dos momentos altos da primeira parte surgiu aos 28', com Carrillo a passar por três adversários e a rematar com muito perigo.

O final da primeira parte foi terrível para a formação portuguesa, com quatro grandes oportunidades para os locais. Valeu que só uma bola, rematada por Miguel, entrou na baliza de Marcelo...

FICHA DE JOGO

 

 

Bojinov muito, mas mesmo muito mal!

Nos leões, destaque para a má prestação de Bojinov. O avançado esteve sempre a passo, não mostrando grande empenho. Já vimos funcionários públicos a mexerem-se mais no seu local de trabalho do que o búlgaro nesta noite... Um péssimo exemplo para os seus colegas mais jovens, a não ser que lhe estivessem a doer as costas outra vez...

Após o intervalo, Van Wolfswinkel, Capel e Farley Rosa (mais um jovem) renderam Bojinov, Rubio e Pereirinha. E pelo menos trouxeram alguma velocidade e empenho...

O Sporting mostrava-se mais concentrado a defender, mas não criava perigo no ataque, com exceção de um bom lance de Capel, aos 74'.
Entretanto, Domingos fez entrar mais quatro juniores e a supremacia angolana manteve-se, bem como a grande diferença de ritmo entre as equipas

E foi Angola a aumentar a contagem, por Osório, aos 78', em mais uma falha de marcação dos inexperientes defesas leoninos. O 4-0, já nos descontos, foi caricato, num erro incrível de um dos juniores leoninos.

Mas o mais importante para o Sporting foi o facto de Capel, Carrillo ou Van Wolfswinkel não se terem lesionado... Esta derrota, apesar de pesada, não irá naturalmente provocar qualquer mossa. Não há jogos a brincar, mas quase e o Sporting levou 550 mil euros de 'cachet' para Portugal.

Notícias: Sporting