Héldon e Dramé deram três pontos a um Sporting inédito

Jogadores da equipa B juntaram-se aos pouco utilizados na principal e ganharam em Guimarães.

Vitória Guimarães e Sporting estrearam-se nesta segunda-feira na Taça da Liga, num jogo com um Sporting muito alterado em relação à equipa habitual. Não jogaram os "juniores e juvenis" prometidos pela direção lisboeta na época passada, mas houve espaço para vários jovens da equipa B e outros pouco utilizados na formação principal. Mesmo assim, o Sporting ganhou por 2-0 e lidera o Grupo C após a primeira jornada.

O Sporting chegou ao intervalo a ganhar pela diferença mínima mas foi o Vitória de Guimarães a equipa mais perigosa, sobretudo dentro do primeiro quarto de hora, o período mais interessante desta primeira parte. Foi nessa fase que Hernâni, por duas vezes, e Nii Plange poderiam ter marcado. Quem marcou, logo aos quatro minutos, foi Heldon, aproveitando uma boa iniciativa entre Podence e Esgaio. No restante o primeiro tempo foi pouco espetacular, algo incaracterístico, o que se compreendia sobretudo na turma do Sporting.

Na segunda parte, mais ataques do Vitória, mais iniciativas perto da área, mais cantos, mais remates. Os minhotos mandaram nas estatísticas mas apontaram zero golos. Ricardo e André André ainda ameaçaram na fase inicial, mais perto do fim André André esteve novamente próximo do empate; é verdade que a bola rondou com frequência a área de Marcelo, no entanto faltaram sustos "a sério" para o guarda-redes visitante, que ainda viu Tanaka perto do golo num livre direto.

E assim o tempo foi passando e o Sporting, que raramente atacou, mostrou-se solidário a defender, chegou para as encomendas do Vitória - que realmente tentou - foi eficaz e ainda conseguiu o segundo golo por Dramé, ao ângulo, já nos descontos. O conjunto de Alvalade saiu de Guimarães com três pontos, num cenário bem distinto do que aconteceu para o campeonato (derrota por 3-0, com os jogadores habitualmente titulares).

Homem do jogo:

Equipas


V. Guimarães:
Douglas
Nii Plange, Josué (Zitouni), João Afonso, Traoré
Cafú, André André, Bernard (Alex)
Hernâni, Ricardo Gomes, Gui (Tomané)

Sporting:
Marcelo Boeck
Esgaio, Tobias Figueiredo, Sarr, Geraldes
Slavchev (Wallyson), Rosell, Gauld
Heldon (Dramé), Tanaka, Podence (Sacko)

Golo: Heldon (4'), Dramé (90')

Notícias: Sporting