Braga poderia ter colocado Guimarães longe do Jamor... mas falhou

Vitória perdeu em Chaves mas marcou fora de casa. Penálti defendido aos 90 minutos.

O Vitória de Guimarães vai estar na final da Taça de Portugal. A turma minhota foi a primeira a selar o apuramento para o Jamor depois de ter afastado o Desportivo de Chaves na meia-final. Os flavienses ganharam em casa por 3-1, com total 3-3 na eliminatória, mas como o Vitória marcou fora de casa, estará na final. Estádio cheio para assistir a um jogo intenso, emocionante, agradável para os espectadores e com uma grande penalidade parada aos 90 minutos.

50 segundos, Desp. Chaves marca. Belo golo de Perdigão. Aos 32' o segundo golo da equipa da casa, por Bressan, num livre (cruzamento) em que vários jogadores do Chaves estavam em fora-de-jogo; como nenhum tocou na bola o árbitro não invalidou o golo mas poderia ter invalidado, já que o movimento de dois dos jogadores influencia a postura do guarda-redes do Vitória.

Na segunda parte, ao quarto de hora, e em novo livre lateral, Nuno André Coelho apontou o 3-0. O Desp. Chaves esteve na frente da eliminatória... durante dois minutos: mais um livre lateral e golo de Marega. Os últimos minutos foram "loucos", era o Vitória que estava mais perto do golo mas, aos 90', falta na área bem assinalada e grande penalidade para o conjunto da casa. Braga poderia colocar Guimarães longe do Jamor mas Douglas evitou o golo nesse penálti.

Benfica ou Estoril: será este um dos adversários dos minhotos. No campeonato, equipas como o Marítimo ou o Rio Ave agradecem este apuramento do Vitória de Guimarães porque, caso o Benfica esteja na final, o sexto classificado também seguirá para a Liga Europa - se não houver entretanto nenhuma queda acentuada dos quarto e quinto classificados. Curiosamente, logo a seguir a Marítimo e Rio Ave na classificação, quem está mais perto do sexto lugar é o Desportivo de Chaves.

Notícias: Taça de Portugal