Federação abre processo disciplinar a Domingos


Federação abre processo disciplinar a Domingos
Domingos Paciência está sob a alçada disciplinar da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). O Conselho de Disciplina (CD) da entidade instaurou ao treinador da União de Leiria um processo no âmbito de declarações sobre o árbitro Lucílio Baptista prestadas depois da eliminação da sua equipa no Estádio da Luz em eliminatória da Taça de Portugal. Além de Domingos, também o director desportivo leiriense, Jorge Pereira, enfrenta a justiça da CD, estando em causa, segundo se revela no comunicado da FPF, palavras divulgadas pela comunicação social e que são «consideradas falsas e atentatórias à dignidade, ao bom nome, seriedade e à imagem» do árbitro.

Após o jogo que o Leiria perdeu por 2-1 na Luz, Domingos falou de «uma arbitragem habilidosa» do juíz de Setúbal, criticando nomeadamente a expulsão de Harison e o número de cartões amarelos exibidos à sua equipa. O treinador notou ainda que os seus jogadores se queixaram de que «o árbitro falou com eles de forma arrogante», lamentando ainda que antes do jogo já «estava com um pressentimento de que as coisas não iam correr bem».

Notícias: Taça de Portugal