Jesus e Pacheco ambicionam chegar à final da Taça

Pacheco: dar tudo como se fosse o último jogo«Vamos dar tudo por tudo com o Beira-Mar, como se se tratasse do último jogo». Este é o espírito que Jaime Pacheco incute ao seu Boavista à partida para o jogo em Aveiro que está agendado para as 19 horas de quarta-feira. O treinador axadrezado refere o desejo de «dar sequência ao que de muito bom» a equipa tem feito nos últimos jogos, frisando que de resto a formação do Bessa tem «ambições de ganhar a Taça de Portugal». Pacheco não espera contudo tarefa facilitada frente ao penúltimo classificado da Liga, nem depois da goleada sofrida pelos de Aveiro na recepção ao Porto (0-5). «Foram muitos golos para aquilo que o Beira-Mar fez», entende o técnico, vaticinando que contra o Boavista os jogadores da equipa aurinegra «se concentrem mais». Do lado do Beira-Mar Paco Soler, que foi treinado como jogador no Maiorca por Pacheco, nota que o balneário aveirense está «dorido» devido à pesada derrota com os dragões, «mas tem muita vontade de reagir», aponta.Jesus: nem sempre os melhores ganhamEm Bragança o Belenenses defrontará uma equipa local que eliminou a Naval na eliminatória anterior. E por isso mesmo Jorge Jesus prevê que será uma ronda «difícil», até porque nas fases anteriores os de Belém tiveram «imensas dificuldades para ganhar», conforme lembra o treinador, diante de Paredes e Odivelas, emblemas que tal como o Bragança disputam a II B. Jesus nota que na Taça «nem sempre os melhores ganham», mas o treinador está ciente de que um Belenenses «ao seu nível» seguirá em frente. Para isso é preciso jogar com o Bragança «como se fosse contra o Benfica, o Sporting ou o Porto», alerta Jesus. O técnico do Restelo refere igualmente que preferia obter o apuramento para as provas europeias «através da Taça, pois aí temos a possibilidade de conquistar um título, o que dá outro prestígio ao Belenenses», conclui.Pedro Roma acredita em surpresa em AlvaladeCom o Braga-Varzim adiado para 25 de Março, o Sporting-Académica é o último jogo da Taça na quarta-feira com horário marcado para as 21 horas. Os leões não atravessam um bom período, depois de dois empates sucessivos para a Liga portuguesa, mas o Sporting
«não deixa de ser uma grande equipa, com bons e muitos jovens valores», salienta Pedro Roma, guarda-redes da Académica. O jogador da Briosa analisa que será «uma eliminatória difícil», mas o guardião diz que entre os estudantes se acredita «numa surpresa em Alvalade». «Se não acreditássemos, mais valia ficarmos em Coimbra», constata.Para este jogo o Sporting tem a boa nova da integração plena de Bruno Pereirinha, jovem médio já recuperado de lesão.Susana Valente

Notícias: Taça de Portugal